Atenção » Novos telefones e Horários
► F: (11) 4473-3030 - Qualquer horário ◄
(DEIXE SEU RECADO QUE RETORNAREMOS SUA LIGAÇÃO)
• F:(11) 98125-3310 » das 8:00 as 18:00
• F:(11) 96273-1573 » das 18:00 as 22:00
• F:(11) 98216-6106 » das 18:00 as 22:00
Novo • WhatsApp agora (11) 98216-6106
Sabados, Domingos e Feriados qualquer horário - Estamos a sua disposição !!!
Para contatos "Clique Aqui" ou estamos aguardando a sua ligação.
▼ Ligue agora e fale diretamente com o Criador ▼

Filhotes sexados, mansos e saudáveis !!!

AGORA NA TELEVISÃO ► PROGRAMA BALANÇO GERAL

Estação Movel Cinegrafista  |  Reporter  |  Thomas Thomas Redicino Entrevista ao Reporter Encerramento
Clique nas imagens para Ampliar !

DESVIOS DE COMPORTAMENTO

Pais que arrancam as penas dos filhotes

(filhotes com as penas arrancadas, sem os canhões)

É um comportamento que ocorre, no início, pelo estresse que os pais podem passar nessa fase de cuidados com os filhotes, deficiência alimentar, ou também devido ao casal querer iniciar novo ciclo reprodutivo.

Uma vez adquirido o hábito de arrancar as penas, os pais possivelmente farão o mesmo com os filhotes da próxima ninhada. Portanto é muito importante o casal estar instalado numa gaiola confortável, longe de barulho e pessoas estranhas e animais, evitando ao máximo mudar a gaiola de local, e fornecendo sempre boa alimentação. Posturas seguidas deixam o casal debilitado e propenso a esse mau comportamento.

Se as penas arrancadas forem poucas (geralmente da cabeça, nuca) e a ave não estiver machucada, deixe o filhote com os pais. Caso contrário, será necessário retirar o filhote do ninho, e alimentá-lo a partir de então. Nesse caso, retire o ninho e dê descanso ao casal.

Para tentar impedir os pais arrancarem as penas, proteger e estimular a cicatrização da pele, pode ser aplicado na região um pouco de pomada como Bepantol, Hipoglós, pois geralmente não atrapalha a saída do canhão das penas. É importante usar um antisséptico à base de líquido de Dakin, ou eventualmente o Merthiolate.

fotos : Daniel (RJ)

Em casos crônicos, o crescimento de novas penas poderá ficar comprometido por causa da destruição dos folículos.


Pais que abandonam os filhotes ainda no ninho

É difícil afirmar a causa exata do abandono dos filhotes pelos pais, mas geralmente pode pode ser decorrente dos seguintes fatores:

1) estresse do casal (cansaço decorrente de posturas seguidas, barulho, movimento de pessoas estranhas, animais proximos, mudança de local da gaiola, mudança de local do ninho, etc)

2) idade do casal (casais novos)
3) casal na sua primeira experiencia reprodutiva
4) filhotes doentes (pais param de tratar quando percebem que um filhote está com problema, podendo deixar de alimentá-lo ou até mesmo a atacá-lo).


Ovos ou filhotes que caem do ninho

É muito importante a observação do criador quanto ao comportamento do casal, para saber a verdadeira causa de ovos e filhotes caírem do ninho.

O que pode ocorrer é que o ninho não tem a divisão interna (uma meia parede) entre a sala e a ante-sala, fazendo com que os ovos e os filhotes de movimentem, e os pais ao saírem do ninho, acabam levando junto eles junto de si. Se a casca do ovo quebrar, a clara e a gema do ovo podem grudar nas penas do casal e serem levados para fora do ninho.

Estresse sofrido pelo casal (temperatura muito alta, barulho, pedradores) pode fazer com que os pais joguem-nos do ninho.

seja o primeiro a comentar!

Design by Antonio Silva ^