Atenção » Novos telefones e Horários
► F: (11) 4473-3030 - Qualquer horário ◄
(DEIXE SEU RECADO QUE RETORNAREMOS SUA LIGAÇÃO)
• F:(11) 98125-3310 » das 8:00 as 18:00
• F:(11) 96273-1573 » das 18:00 as 22:00
• F:(11) 98216-6106 » das 18:00 as 22:00
Novo • WhatsApp agora (11) 98216-6106
Sabados, Domingos e Feriados qualquer horário - Estamos a sua disposição !!!
Para contatos "Clique Aqui" ou estamos aguardando a sua ligação.
▼ Ligue agora e fale diretamente com o Criador ▼

Filhotes sexados, mansos e saudáveis !!!

AGORA NA TELEVISÃO ► PROGRAMA BALANÇO GERAL

Estação Movel Cinegrafista  |  Reporter  |  Thomas Thomas Redicino Entrevista ao Reporter Encerramento
Clique nas imagens para Ampliar !

As Calopsitas - Queda de penas

Infelizmente, ainda na atualidade, trata-se de um mistério dentro da medicina veterinária. Mas quando este problema nos bate à porta, das duas uma: ou nos habituamos ao fato da nossa Calopsita viver sem penas ou então procuramos ajuda veterinária, o que nem sempre é fácil.
Vamos aprender as principais causas deste problema e alguns métodos de tratamento. O ato de arrancar as penas é um fenômeno pouco entendido até mesmo pelos profissionais de medicina de aves. Existem muitos casos que são verdadeiramente impossíveis de se diagnosticar corretamente, fazendo-se apenas um tratamento sintomático! Mas afinal, que história é esta da minha Calopsita arrancar suas próprias penas?

Definição:

Trata-se de um comportamento anormal e aberrante que certas aves (normalmente psitacídeos – Calopsitas, papagaios, lóris, araras, etc.) exibem e que consiste na preensão, mastigação ou mutilação das suas próprias penas ou das do seu companheiro mais próximo.
As primeiras são facilmente identificáveis, pois sobram as penas da própria cabeça (o bico não chega lá!).
Não devemos confundir esta patologia com a preensão normal das penas velhas durante a muda. Portanto não se assuste se vir uma pena no bico da sua Calopsita!

Sintomas:

Estas Calopsitas que possuem este horrível vício têm uma aparência horrível, começam por morder as penas das patas ou as do peito, outras adoram as penas das asas ou mesmo as da cauda. Em qualquer uma delas o aspecto é sempre de uma ave desmazelada com as penas desalinhadas, e com vários graus de perda de penas pelo corpo.

Leia mais lendo aqui

Design by Antonio Silva ^